Nossa Primavera

O vento, que consigo traz  

Velhas lembranças,  

Espalha folhas secas  

Em meu caminhar.  

  

O outono apenas é diferente,  

Pois, neste parque,  

Uma primavera foi suficientemente bela  

Para sobreviver na memória de outras estações.  

  

Serão estas folhas amareladas no chão  

As mesmas folhas que antes  

Nos protegiam do sol?  

Sob meus pés, talvez estejam  

As Testemunhas de nossa história;  

E a árvore a qual pertenciam tais folhas  

Poetizou nossa trajetória.  

  

Por quantas estações  

Uma dúvida perdura?  

Por quanto tempo  

A boa lembrança nos é  

Uma doce tortura?  

  

Caminho anos por este parque  

Sem saber se   

As folhas do agora   

São as mesmas de outrora  

  

A dúvida persiste, intensifica-se...  

Será que nosso vento foi tão forte  

Que trouxe folhas também a teus pés?  

Ou, a primavera no tempo perdeu-se, ao invés?  

  

O canto dos pássaros,  

O ameno e agradável clima,  

A beleza dos jardins  

E o perfume das orquídeas  

Não foram momentâneos dias,  

Senti-os em sua profundidade.  

  

Histórias e sentimentos   

Têm seu fim após um solstício,  

Mas, os bons momentos  

Perduram nos corações.  

  

Assim como a dúvida...  

  

A nossa primavera foi a ti  

Apenas mais uma das estações?

voltar para poesia

show fsN normalcase tsN fwB right|show tsN left fwR|fwR show left tsN|b04 bsd|||login news c10 fwB fsN|normalcase uppercase fwB sbww c05 fwR c10 tsN|c10 fwB|login news normalcase uppercase fwB c10|normalcase uppercase tsN fwB fsN c05s|normalcase uppercase c10|content-inner||