Xeque!

_ Vai demorar muito?  

_ Estou pensando...  

_ Ah!  

   

_ E aí? Decidiu?  

_ Não...  

   

_ Cara, você não está jogando com nenhum Kasparov! É só um jogo comigo, um passatempo, deixe de perfeccionismo.  

_ Hm...  

   

_ E aí?! Vai ou não vai?  

_ Calma. Estou pensando.  

_ Mas faz uma eternidade que está pensando!  

_ Faz parte do jogo pensar...  

_ Mas assim fica chato pra cacete!  

_ Você é muito estressado.  

_ Lógico! Você tem apenas duas jogadas! Ou protege com o bispo, ou foge com o rei... precisa de quantas horas pra perceber isso?  

_ Eu sei... é que ambas as jogadas caminham para o mesmo fim.  

_ Ah! Não creio!  

_ Em que?  

_ Na sua lerdeza! Demora meia hora pra descobrir que na próxima jogada te darei xeque-mate e ainda enrola para mover qualquer peça que seja.  

_ Não é qualquer peça... Só me resta o rei ou o bispo.  

_ Então?  

_ Então o que?  

_ Então joga essa merda!  

_ Você é muito estressado.  

(suspiro)  

   

_ E não estou demorando porque estou pensando em uma jogada... estava refletindo em outras coisas também.  

_ Ah! Eu mereço! Você veio aqui pra jogar ou pra fazer terapia?  

_ Você está me desconcentrando.  

_ Que merda! Você já percebeu que não tem saída... Pensar mais em que?  

(suspiro)  

   

_ Ok! Entendi. Que foi? Tomou uma bota? Feio do jeito que é, não duvid...  

_ Deixa de ser idiota!  

_ Quem é muito estressado mesmo?  

(risos)  

   

_ Cara! Isso tudo é orgulho?! Assume logo que dessa vez perdeu!  

_ Você sempre sonhou em me derrotar nisso aqui.  

Ja derrotei outras vezes, gênio!  

_ Meu jogo estava perfeito. Dama, duas torres, um cavalo, um bispo, contra duas torres e um cavalo. Como isso aconteceu?  

_ Você perdeu mais peões que eu. Esqueceu que as peças pequenas podem ser muito importantes no final? (risos)  

_ É exatamente nisso que estava refletindo...  

_ Pronto! O jogo não termina hoje...  

_ Concentrei-me e dominei todo o lado direito do tabulei...  

_ Mas perdeu peões e deixou aberto o outro lado...  

_ Fiz com que você fugisse com rei três vezes e o encurralei no canto a pont...  

_ Mas perdeu peões e deixou aberto o out...  

_ Fiz você perder a dama, os bispos e um cavalo para proteger o seu rei e...  

_ Mas deixou a merda do outro lado livre pra eu te dar xeque! Para de filosofar e joga isso!  

_ É... nem sempre as boas ações garantem o sucesso.  

_ E as más? Garantem o fracasso?  

_ Então, penso eu que...  

_ Esquece. Joga logo!  

_ Você não deixa... Isso é o ruim de jogar com tagarelas.  

_ Vai se f...  

_ Já disse que você é muito estressado?  

(suspiro)  

   

_ No seu exercício filosófico inútil sobre nosso jogo. Eu ganhei porque você fez uma má estratégia ou porque eu fiz uma jogada de mestre?  

_ Os dois.  

_ Ah! Pare! Assuma. Você não jogou bem.  

_ Sim e não.  

_ Então eu fui melhor.  

_ Sim e não.  

_ Que merda isso! Como algo pode ser sim e não?  

_ As coisas estão impregnadas de seu contrário, meu caro.  

_ Depois que você entrou para a faculdade, ficou um chato...  

_ E você um estressado.  

(risos)  

   

_ O que? Ah não! O que você fez?  

_ Deitei o rei.  

_ Que covardia! Não vale desistir do jogo, tem que ir até final, seu covarde!  

_ Era nisso que estava pensando também...  

_ Ai, não! Começou...  

_ Às vezes a gente tem que desistir de algo para poder recomeçar, certo?  

_ Sim e não.  

_ Ah! Vai se f...  

_ Opa! Olha a boca.  

_ Revanche! Passe as pretas pra cá! Vamos mudar o jogo.  

_ Ok! Mas não vacila com os peões.  

_ Sou capaz de ganhar de você jogando somente com peões contra um tabuleiro cheio de torres!  

_ Conta outra! Neste jogo você tinha e não tinha nada! (risos)  

_ Não enche!

 

voltar para prosa

show fsN normalcase tsN fwB right|show tsN left fwR|fwR show left tsN|b04 bsd|||login news c10 fwB fsN|normalcase uppercase fwB sbww c05 fwR c10 tsN|c10 fwB|login news normalcase uppercase fwB c10|normalcase uppercase tsN fwB fsN c05s|normalcase uppercase c10|content-inner||