[abandono]

hoje mais um sonho foi embora

sem se despedir

não deixou recado, nada me escreveu

não avisou ninguém


procurei em sua antiga casa

mandei mensagens

apenas caixa postal


lembro a primeira vez que perdi um sonho

eu era pequeno


chorei duas semanas

depois nunca mais


ainda caminho pelos nossos lugares

lembro dos bons momentos [não sei se existiram]


estarei aqui quando quiser retornar [quem sabe]


talvez me encontre sentado

olhando fixo o horizonte

aguardando sua chegada


talvez me encontre de mãos frias

com lençol amarrado no pescoço

sem olhar para mais nada


talvez me encontre hipertenso

sem tempo para coisa alguma


talvez me encontre na pior forma:

caminhando distraído

nos lugares em que estivemos juntos

lembrando daqueles momentos

do que poderia ter sido

do que nunca existiu entre nós

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

nas últimas semanas antes de dormir uma peste pula o portão bate com mãos pesadas à minha porta espia nas brechas das janelas força trincos para entrar minha visita é cão farejador caça sonhos, noites