fim de tarde

vejo o vaivém das águas a areia reflete as nuvens eu reflito a dança das ondas os ritmos da vida uma gaivota passeia sozinha no horizonte azul não percebe seu solitário espectador invejo suas asas elas brincam brandas com os ventos marés não a afligem corais lhe acenam ao longe a gaivota apenas voa todos os dias nas mesmas águas que não se repetem a vida é um vaivém de águas viver é ter o sorriso dos corais



Inscreva-se para receber novidades

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

©2020 por Daniel Carvalho e Kerstin Buck

DANIELGTR - CNPJ: 36.240.550/0001-25 - São Paulo, SP
danielgtr@gmail.com