magnetismos

você saiu pela primeira e última vez do meu carro após a gente ter se amado naquele final de noite de um vinte e cinco de novembro no centro de uma cama localizada em algum lugar da zona leste de são paulo no centro daquela mesma cama em que talvez meia dúzia viveu um grande amor e milhares o perderam em mentiras lascívias e traições por duas horas a zona leste se tornou o centro do mundo pelo menos do nosso isso porque ninguém entenderia o magnetismo de nossos corpos nem a pressão atmosférica de minhas mãos apertando seus seios ou de suas unhas marcando minhas costas em cento e vinte minutos a geografia desse nosso encaixe fez da gente núcleo da terra: temperaturas altas camada líquida estado sólido mas tudo que é sólido se desmancha no ar não é mesmo? o autor da mais-valia escreveu isso sem saber que nossos corpos se dissolveriam quando jogados nos ares modernos deste universo por isso você dizia que eu era uma pessoa incrível e eu fingia que acreditava por isso você fingia acreditar em mim ao perguntar se eu estava feliz e a ouvir que sim a gente fingiu não sentir nenhum vazio depois da mesma forma que eu finjo que escrever isso é importante da mesma forma que eu finjo acreditar em signos da mesma vez que você fingiu um sorriso ao descer do carro nessa primeira e última vez a gente espera acreditar em sorrisos da mesma forma que espera que deus exista em caso de existência será que Ele finge amar sua criação? talvez somente o prazer não seja algo fingido mas dizer que gosta dele é também fingir pois o prazer acaba e depois acaba com a gente então tudo é ou foi mentira nosso encontro foi uma mentira nosso sorriso foi disfarce e mentira adão e eva é uma mentira a poesia é uma mentira ainda maior e todo poeta é um fingidor toda forma de amor é uma mentira não por ele não existir mas por fazer a gente acreditar que viver vale a pena a única coisa que não é mentira é nossa inércia nossa felicidade situada entre duas placas tectônicas nossa geologia que deu certo demais mas se desmanchou no espaço

Inscreva-se para receber novidades

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

©2020 por Daniel Carvalho e Kerstin Buck

DANIELGTR - CNPJ: 36.240.550/0001-25 - São Paulo, SP
danielgtr@gmail.com