sem asas

eu quis viver de voos e despropósitos

voei tão alto que vi de cima os signos de ar

ganhei o céu!

beijei os lábios de uma estrela

mas perdi meu ninho

eu quis pousar, mas construí aeroportos apenas nas nuvens

agora, sem asas, descobri que viver de poesia é escrever sobre minhas quedas

Inscreva-se para receber novidades

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

©2020 por Daniel Carvalho e Kerstin Buck

DANIELGTR - CNPJ: 36.240.550/0001-25 - São Paulo, SP
danielgtr@gmail.com